PMM remove 51 veículos abandonados na ‘Operação Sucata’

Veículos abandonados nas ruas estão na mira da Prefeitura de Manaus com o objetivo de afastar o risco de doenças, o acúmulo de lixo e garantir ruas com mais fluidez no trânsito. Em três dias seguidos da “Operação Sucata” nas zonas Sul, Centro-Sul, Norte, Leste, Oeste e Centro-Oeste, o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) retirou 51 carros abandonados nas vias ou sobre as calçadas.

A meta é ampliar a Operação para todas as áreas da cidade com a retirada dos ‘cacarecos’ que tanto incomodam a população. “Ainda bem que retiraram essa sujeira daqui. Os moradores agradecem muito à Prefeitura de Manaus. Quem deixa o carro abandonado na rua não tem noção do transtorno para os moradores que convivem com o problema”, disse a dona de casa Maria das Graças Feitosa, moradora do bairro Dom Pedro.

O trabalho de remoção é realizado por agentes de trânsito em várias etapas. Primeiro, é feito o mapeamento com a localização dos carros abandonados, de acordo com a solicitação de munícipes via telefone do Plantão do Trânsito ou postagens nas redes sociais do Manaustrans. Os agentes fazem uma lista com a programação de remoção, tentam localizar o proprietário do veículo e dão um prazo para que a sucata seja retirada da via. Dois dias depois, voltam aos endereços e guincham os veículos.

“Nosso trabalho é incansável. O prefeito Arthur Virgílio Neto determinou que a ‘Operação Sucata’ seja constante e intensa. Estamos determinados a atender todas as áreas da cidade”, antecipou o diretor-presidente do Manaustrans, Franklin Pinto, alertando que quem tiver sucata nas ruas, deve providenciar um local adequado dentro de área privada pois, caso contrário, será removida.

Os veículos removidos são levados para o Parqueamento da prefeitura no bairro de Santa Etelvina. O proprietário interessado em retirar o veículo deverá pagar pendências com impostos e multas e as despesas com a remoção.