Padastro estupra criança com paralisia

Uma criança de 5 anos e que tem paralisia cerebral, foi violentada sexualmente pelo padastro de 30 anos de idade, no bairro São José, zona Leste de Manaus.A mãe da criança, uma estudante de 19 anos, disse que na noite de sexta-feira (6), havia expulsado o homem de casa, minutos antes do crime ter ocorrido.

O acusado, entretanto, conseguiu retornar à casa. A mãe, disse ter ouvido choro e grito de dor. Foi até o quarto da criança e o encontrou em atitude suspeita. A estudante afirmou que expulsou o homem novamente. Mas, somente no sábado, no período da manhã, quando foi dar um banho na criança, percebeu que havia sangramento na fralda.

Ela foi até o Conselho Tutelar e denunciou o caso. “Ele estava drogado. Sempre cuidou bem da menina, mas no sábado ele retornou e confessou o crime, dizendo que foi pouco o que fez com a criança. Ele chegou a me dá um tapa, mas reagi e o aceitei com um golpe de faca na perna. Quero Justiça”, disse a mãe.

No Hospital “Joãozinho” foi constatado que que a criança foi violentada. O crime está sendo investigado por policiais da Delegacia Especializada em Proteção de Crianças e Adolescentes.

Deixe uma resposta