Em Manaus, ‘aulão’ gratuito traz dicas para redação para o Enem

Faltando poucos dias para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018, ainda são muitas as dúvidas e dificuldades de grande parte dos candidatos que irão se submeter à prova, em novembro, especialmente no que tange à redação, que elimina muita gente do ‘páreo’. Para auxiliar os estudantes de Manaus na luta por uma vaga no ensino superior, a Faculdade Santa Teresa (FST), promove, no próximo sábado (27), um aulão gratuito com dicas para uma redação nota mil no exame.

A professora Edivânia Hosana da Silva, especialista em linguística textual e mestre em Sociedade e Cultura, será responsável pela revisão, que ocorre no mini auditório da FST, localizada na rua Acre, Vieiralves, das 9h às 11h. Além dela, o professor e psicólogo José Lacerda Cavalcante também falará aos alunos sobre técnicas de como controlar as emoções durante a prova, já que se trata de uma momento de muita tensão. Mas as vagas são limitadas, por isso, os interessados devem se apressar para garantir sua inscrição, que pode ser feita diretamente no link: http://bit.ly/aulãoFST.

Entre os conteúdos que serão abordados no aulão estão as cinco competências que o candidato precisa ter para alcançar uma boa nota na redação, como domínio da língua culta e suas normas; compreender a proposta da redação, aplicando conceitos de várias áreas; organizar e interpretar informações para a defesa de seu ponto de vista; demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos para uma argumentação coesa e, finalmente, elaboração de uma proposta de solução plausível para a problemática apresentada.

Mas, além de toda a estruturação do texto dissertativo-argumentativo pedido na prova, o aulão também trará dicas do que não fazer na redação, pois, este é um fator que elimina muitos candidatos. Afinal, a nota tirada no Enem abre diversas oportunidades de ingresso em instituições públicas e privadas, visto ser critério para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Programa Universidade para Todos (Prouni) e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Conforme a professora Edivânia Hosana da Silva, entre as principais dificuldades dos estudantes em relação à redação, a falta de conhecimento de mundo é uma das mais graves e isso ocorre, em grande parte, por falta de leitura de qualidade. “No Enem 2017, apenas 53 candidatos alcançaram a nota mil. Estes, com certeza, são leitores proficientes, dominam o quesito exigido no texto dissertativo-argumentativo e atendem aos itens da banca em termos de forma e conteúdo”, argumenta a especialista.

Ela acrescenta que irá abordar tópico por tópico todas as competências necessárias, além de dar dicas sobre como os alunos devem utilizar os textos motivacionais oferecidos na prova. Cada um dos critérios avaliados na redação vale até 200 pontos, num modelo bem organizado. Portanto, tirar a nota máxima não é sorte, mas capacidade de fazer um texto que cumpra o que é pedido.

“Uma dica para não deixar de cumprir nada do que é pedido é fazer a redação num rascunho e só depois passar para a prova oficial”, adianta a professora.

Neste ano, mais de 5,5 milhões de pessoas devem fazer a prova do Enem, segundo o último balanço divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), organizador do certame.