Deputado denuncia atos ilícitos de agências e loterias do interior

Manaus (AM) – O deputado Dermilson Chagas (sem partido), denunciou, nesta terça-feira, 20/3, em tribuna da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), agências e casas lotéricas da Caixa Econômica Federal de municípios do interior do Estado, que estariam cometendo atos ilícitos em liberar o pagamento do Seguro Defeso para os pescadores, somente se adquirirem seguro de vida ou produtos de comércio.

De acordo com Dermilson o fato aconteceu nos municípios de Autazes, Codajás, Tapauá e são Gabriel da Cachoeira. “Já havíamos relatado que agentes da Caixa Econômica estão cobrando seguro de vida dos pescadores para poder receberem o pagamento do Seguro Defeso. Isso é uma venda casada ilícita e imoral”, afirmou Dermilson.

Outro fato, segundo Dermilson, seria de donos de casa lotérica, estabelecerem a localização dentro do comércio, para forçar os pescadores a comprarem produtos de dentro do estabelecimento para liberar o pagamento do Seguro Defeso. “Quer receber, tem que comprar e se receber tem que fazer o seguro de vida.

Ou seja, vai colocando o pescador cada vez mais em situações constrangedoras. Agora a única forma que eu vejo é o caminho da justiça. Por isso, recomendamos a todos os pescadores pegar esse seguro e fazer um Boletim de Ocorrência na delegacia e entrar com processo de indenização contra a Caixa Econômica, porque não pode forçar uma venda casada”, disse.