CMM aprova ‘junho vermelho’

A Câmara Municipal de Manaus (CMM), aprovou por unanimidade na manhã desta segunda-feira, 02, o Projeto de Lei (PL) nº 151/2017, de autoria do Vereador Fred Mota, que “Institui no Calendário Oficial do município de Manaus o “Junho Vermelho”, mês que será dedicado à realização de ações, para conscientização de doação de sangue”.

Emocionado, em plenário, Fred Mota explicou que os meses festivos em Manaus, são épocas em que mais se necessitam de doadores de sangue.

“Pela falta de doadores, eu perdi dois parentes. Atualmente, tenho participado de todas as campanhas, que incentivam a doação de sangue. Doar sangue é um ato de solidariedade e salva vidas”, disse Fred.

Em 2ª discussão na Casa, o Vereador Joelson Silva (PSC), parabenizou Fred Mota pela proposta e subscreveu a proposta. “Gostaria de lhe parabenizar pela propositura, pois conheço a realidade das pessoas que necessitam destas doações de sangue. Faço questão de subscrever”, destacou Joelson.

Conforme a proposta, a partir de 2018, no decorrer do mês de junho serão realizadas campanhas educativas em parcerias com as associações sem fins lucrativas, escolas, faculdades, e demais entidades que queriam participar da campanha solidaria.

“A doação beneficia ao doador, porque traz a nobre satisfação por ajudar ao próximo. É uma atitude de pleno exercício de cidadania e de exemplar responsabilidade social. A doação de sangue é um ato altruísta e voluntário que beneficia pessoas conhecidas e desconhecidas”, enfatizou Fred Mota.

De acordo com o autor da proposta, cada doação pode salvar a vida de até quatro pessoas, e, é este pensamento que deve ser difundido e divulgado entre a sociedade.

“A medicina e a ciência avançaram muito, mas ainda não foi encontrado substituto para o sangue humano e quando uma pessoa precisa de transfusão de sangue, só pode contar com a solidariedade de quem doa”, finalizou Fred.

O Projeto de Lei do “Junho Vermelho” foi aprovado pelos vereadores e agora seguirá a sansão do Prefeito de Manaus Arthur Neto.

 

Deixe uma resposta