Belarmino destaca ajuda humanitária do governo no interior do Estado

Manaus (AM) – Um dos parlamentares estaduais integrantes da comitiva liderada pelo governador em exercício, Carlos Almeida, que na quinta-feira (6), em nome do governador Wilson Lima, levou ajuda humanitária a Eirunepé, na calha do Juruá, o deputado Belarmino Lins (PP) elogiou a ação oficial afirmando que “a ajuda humanitária é a força da cidadania levando benefícios aos municípios afetados pela cheia no interior do Estado”.

Para o deputado progressista, a ação mostra que o governo Wilson Lima está atento às grandes demandas interioranas em função da cheia deste ano. “Em Eirunepé, foram 3 mil famílias atingidas pela subida das águas, o equivalente a 12.246 pessoas conforme dados divulgados pela Defesa Civil do Estado”, comenta o parlamentar, destacando a entrega de kits de ajuda humanitária, além de 6 purificadores comunitários de água.

Além de Belarmino Lins e de vários deputados da Assembleia Legislativa, participaram da ação governamental com Carlos Almeida o titular da Seduc e ex-deputado, Luiz Castro, autoridades da Susam e da Seinfra, e o secretário executivo da Defesa Civil do Amazonas, tenente-coronel Bombeiro Militar, Francisco Máximo, que confirmou a entrega de mais kits na segunda etapa da ação humanitária que acontecerá em 31 municípios.

Na ação que contemplou Eirunepé, o deputado do PP também enfatizou a presença, na comitiva oficial, do ex-prefeito Dissica Valério Tomaz, dono de três mandatos executivos no município. “O Dissica é um dos maiores administradores de Eirunepé e nos sentimos honrados com sua presença na ação humanitária”, disse Belarmino.

Conforme ele, a ação da gestão Wilson Lima ocorre em um momento crucial por conta da enchente e prova que o governo está ativo no interior. “Cumprindo nossas agendas de trabalho no interior, ao lado do deputado federal Átila Lins, constatamos a relevância dos atos governamentais bem assistindo as populações rurais”, finalizou Belarmino, ressaltando a chegada da ajuda humanitária também em Manicoré, Borba e Nova Olinda do Norte, dentre outros municípios da calha do Rio Madeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *