Ação na Bola do Eldorado alerta para Combate ao Trabalho Infantil

Manaus (AM) – No Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, celebrado nesta terça-feira, 12/6, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh), promoveu uma panfletagem de sensibilização para condutores. A ação foi realizada nas sinaleiras do entorno da rotatória do Eldorado, no bairro Parque 10 de Novembro, zona Centro-Sul.

“Estamos dando continuidade à programação de atividades em alusão ao enfrentamento do trabalho infantil. Estamos aqui para além de orientar, também alertar os condutores a não contribuírem com essa violação de direito nos semáforos, pois precisamos proteger o futuro dessas crianças”, explicou o secretário da Semmasdh, Dante Souza.

A gerente do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), Iracilda Nascimento, explicou a importância de lembrar os condutores sobre essa data. “A Semmasdh, como protagonista dos direitos das crianças e dos adolescentes está fazendo essa ação para mostrar que eles também podem fazer parte dessa luta de erradicação do trabalho infantil, já que as atividades com maior incidência são realizadas por essas crianças nas sinaleiras”, concluiu.

Um dos condutores sensibilizados pela ação, Daniel Sena, parabenizou a ação do município na luta pela erradicação dos trabalhos executados por menores nas sinaleiras da cidade. “A Prefeitura está fazendo um trabalho excelente com esse tipo de ação, pois ainda é possível ver jovens na ilegalidade da atividade. É importante falar sobre essa luta e fazer parte dela”, afirmou.

Os condutores receberam materiais informativos com números para denúncia e contatos da rede de proteção da Criança e do Adolescente.

Nos quatro primeiros meses de 2018, o Disque-Denúncia do município registrou 20 casos de violação de direitos de trabalho infantil. Dados do mesmo período apontam nos Centros de Referência Especializado de Assistência Social da Semmasdh, o acompanhamento de 40 crianças e adolescentes pela violação de direito.

Canais de denúncia

A rede de proteção possui três canais de comunicação para quem sofrer ou conhecer qualquer situação de violação de direitos: Disque Direitos Humanos (0800 092 6644), Disque Denúncia (0800 092 1407) e Disque Direitos Humanos Nacional (100).

Deixe uma resposta