Alcolumbre tentará a reeleição com a cumplicidade do STF

O senador Davi Alcolumbre está “namorando” os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) para que estes respaldem sua ambição em tentar a reeleição à presidência do Senado em 2021.

A Constituição e o regimento interno da Casa não permitem dois mandatos consecutivos na mesma legislatura, como é o caso.

Alcolumbre, entretanto, tem uma trunfo: um parecer da Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) de 1998 que levanta a possibilidade de reinterpretação dos textos em vigor.

Um senador do PSD, muito próximo a Alcolumbre, afirmou que “com certeza” a tentativa de reeleição será judicializada, mas o presidente “sabe disso e está tranquilo”, porque tem “muito boa relação com o STF”.

O grupo que defende um jeitinho para reeleger Alcolumbre avalia que não há outro nome para a disputa: eles dizem que Alvaro Dias (Podemos) não teria apoio fora do grupo Muda, Senado e que o MDB de Renan Calheiros tende a rachar de novo — no ano passado, o partido, que ainda tem a maior bancada, tentou se manter no comando da Casa com o alagoano, que deu seus pulos para derrotar Simone Tebet nas prévias internas.

*Com informações do Antagonista/RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *